Follow by Email

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

PROFECIA I

Toda censura será desrespeitada

Toda regra, quebrada

Todo mandamento, violado

Todo dogma, cuspido

Toda ditadura será derrubada

Toda repressão, combatida

Todo limite, ultrapassado

Toda prisão, destruída.

Por maiores que sejam os esforços

Na tentativa de se conter

O fluxo natural da liberdade

E do instinto

Mais cedo ou mais tarde

O silencio se torna grito

As algemas viram asas

E tudo o que foi sufocado

Reprimido

E aprisionado

Sairá em forma

De lava

Esperma

Sangue

Arte

Ar

E poesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário