Follow by Email

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

PROFECIA II

Haverá um tempo em que,

Para todo mundo

Mais valerá o ser

Do que o sexo da pessoa com quem se deita.

Haverá um tempo em que

A alma valerá mais do que a grana

Os bancos vão falir

E todos os cartões serão cancelados.

Haverá um tempo em que

Política será a arte de servir

Partidos serão um Inteiro

E o poder será da maioria.

Haverá um tempo em que

As religiões serão um amalgama

E usaremos hóstias

Para agradar Exu.

Haverá um tempo em que

O açúcar será marginalizado

E a maconha, legalizada.

Haverá um tempo em que

Tudo ruirá

E nada como conhecemos hoje

Terá mais validade ou sentido

O avesso será direito

O norte será sul

E aquilo o que você julgou ser seu porto seguro

Nada mais será que uma arca

Sem comando ou leme

Perdida no oceano das idades.

Um comentário:

  1. Me chamaram de leme outro dia. Confesso que gostei! Se o controle é bom, não sei. Mas o amor desgovernardo, a paixão...esse tempo é sempre bom de chegar.

    ResponderExcluir