Follow by Email

domingo, 5 de setembro de 2010

Lei da Gravidade

quem poderá entender os segredos da noite? O frescor do ar contém certo alivio e peso e talvez jamais encontraremos explicação para o fato de Marla ter se jogado do oitavo andar na véspera do seu aniversário. O mais terrível é que nenhuma carta foi deixada, não se sabe o motivo de ela ter tomado atitude tão corajosa ou tão covarde. O abajur que ficava em seu quarto sempre lhe dava conselhos nas noites de tormenta e a realidade é que ela nunca conseguiu caber no próprio corpo.

a vida é por demais estranha e parece muito com olhos estrábicos - às vezes sabemos não para onde estão olhando. Marla sonhava em ser árvore e nas peças da escola só queria ser muro, e até atuava bem pra caramba, mas aí "morreu na contra-mão atrapalhando o tráfego" e o tráfico. pobre Marla, tão bela, tão infeliz e tudo rolou exatamente à noite, quando todos dormiam, quando ninguém sequer podia supor que ela tentaria desafiar a lei da gravidade...

não, não, não foi bem assim. teve nada a ver com gravidade. foi mesmo uma ação deliberada de assumir o direito de decidir até quando continuar existindo. o vale dos suicidas não existe - é apenas uma ilusão para impedir que as pessoas assumam seus plenos poderes de decidirem se querem continuar vivas ou vivas.

o fato é que Marla bateu as botas e a mãe ensandecida se perguntou: será que foi por que eu não lhe emprestei minha blusa nova?

2 comentários:

  1. "Ela se jogou da janela do quinto andar...
    nada é fácil de entender."

    ResponderExcluir
  2. Te juro que pensei nessa música para a cena (risos).

    ResponderExcluir