Follow by Email

sábado, 8 de janeiro de 2011

Sete Ciganos - 23



No dia seguinte, de manhã cedo, Shalom pega Sofia na porta do hotel e os dois tomam a estrada com destino a Brejões. Sofia não esperava que pudesse voltar àquele lugar tão repentinamente e isso lhe dá grande alegria pelo fato de poder rever pessoas que tanto ama:
- Como passou o resto do dia?
- Bem, Shalom, e você?
- Pensativo.
- Está ansioso?
- Pouco não.
- Falei com Gilberto ontem.
- E aí?!
- Ele está louco pra te ver.
- Que bom! Como ele é?
- Fisicamente?
- Sim.
- Encantador como o pai... Mas acho que há uma mistura do seu encanto e do encanto da mãe nele. Os olhos de Gilberto não parecem com os seus.
- Desde menino, pareciam com os dela.
- Depois de Laura, você não se casou com mais ninguém?
- Para quê?! – Fala com rispidez.
- Para nada – ela sente que entrou em terreno delicado e prefere silenciar.
Saem da cidade.
Shalom liga o som do carro, pondo um Cd de bolero e o clima vai ficando mais relaxado.

Um comentário: