Follow by Email

sábado, 1 de dezembro de 2012

Alcione - 15 dias

Ontem nossa gatinha Alcione completou duas semanas e olhe como a figura está... Cada dia com ela é uma nova aprendizagem que envolve amor, paciência, superação, trabalho em equipe e força de vontade.

O Amor vem em primeiro lugar mesmo porque sem ele nada disso estaria rolando. Sem ele eu jamais teria resgatado os gatinhos do lixo; sem ele nenhum de nós teria chegado aonde chegou para manter viva essa criança felina. Amamos demais essa menina!

Paciência é necessária quando temos que deixar de fazer qualquer coisa que estamos fazendo para dar a mamada à figurinha, trocar os panos que a aquecem e protegem, limpar o cocô, botar para arrotar, botar para tomar sol, aplicar algum medicamento, etc.

Superação. Esse item é forte. Com ela, cada um de nós está trabalhando suas próprias sombras e revendo nossas próprias resistências. Nessa semana, passamos por um momento tenso com ela. Houve um dia em que o sistema excretor e o urinário dela pararam. Ficamos loucos! Todos em volta desse ser tão indefeso e tão importante, imaginando estratégias para que ela voltasse a ficar bem. Demos suco de laranja-lima - nada; massagens na barriguinha - nada. E o pior é que não era mais "a barriguinha", mas algo descomunal! - Ligamos para nossa querida Elisa e ela nos recomendou aplicarmos supositório de glicerina na criaturinha. Se ela não melhorasse, teríamos que levá-la ao consultório e submetê-la a uma lavagem intestinal. Eu, Maci, Lara, Tiago e Franci estávamos aflitos. A aplicação do supositório foi terrível: ela urrou de dor e o resultado foi frustrante. Diante disso, decidimos que o melhor seria levá-la a Elisa e Tiago o fez. A querida veterinária atrasou e nossa apreensão aumentava paralelamente à sua demora. Eis que então recebemos um telefonema de Tiago. Alcione miava bastante alto e obrava-se copiosamente com a estimulação de nosso mano. Penso que uma cagada nunca foi tão celebrada e a lavagem não precisou acontecer.

Trabalho em equipe. Já deu para perceber como cada um entra na história e faz o amor acontecer, não é?

Força de vontade dela em querer sobreviver e nossa de estarmos unidos nessa empreitada. Alcione é uma grande mestra que tem nos ensinado valiosas lições. Tê-la resgatado foi meu maior presente. Ah! Faltou lhe dar notícias do seu irmãozinho que agora mora em Praia do Forte. Órion agora se chama Tito e vai muito bem, obrigado. Até a próxima semana...

2 comentários: