Follow by Email

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Fim de Caso - 3


Usando apenas uma cueca branca, Afonso relaxa na cama a ouvir seu companheiro cantar enquanto toma banho. Ele chegou bem da viagem. Tudo vai ficar melhor ainda...

Heitor sai nu do banheiro e se enxuga com uma toalha branca, olhando e sorrindo para o outro. A sedução ganha asas e ambos se lançam num jogo ora sutil, ora explicito para se atraírem mutuamente, com a intenção de fazerem o que fazem de melhor na relação...

Braços se procuram, coxas se encostam, bocas, tórax, abdomes. Sexos de flecha se roçam delicadamente e nádegas remexem como deidades. Pés que se roçam, cheiros, humores, liquidos se amalgamam e nessa hora ainda é fácil se passar uma borracha no que foi vivido há alguns dias.

O cio sublima as diferenças e sem ressentimentos, nada mais lhes resta senão sugarem desse momento todo o néctar que o desejo possa lhes oferecer.

Deixemo-los... Já invadimos por demais a intimidade deles.

Nenhum comentário:

Postar um comentário